Vodafone

Desempenho Ambiental

A redução do impacto ambiental da actividade é assumida como uma prioridade pela Vodafone Portugal, que se compromete a reduzir a sua pegada ecológica e desenvolver ao máximo os potenciais positivos da sua actividade, tirando partido das vantagens das Tecnologias da Informação e Comunicação nesta área, especialmente na redução das emissões de carbono.

No âmbito do Sistema de Gestão Ambiental, a Vodafone Portugal desenvolve iniciativas que visam a sensibilização dos seus Colaboradores e do público em geral para a melhoria do comportamento ambiental. Nesse sentido desenvolve e implementa um conjunto de programas de acção ambiental que abrangem os aspectos relevantes como a reciclagem, a separação selectiva de resíduos, a utilização eficiente de recursos, a biodiversidade e o enquadramento paisagístico de infra-estruturas de rede.

As métricas apuradas relativamente às várias áreas demonstram uma evolução positiva, que reflecte a procura sistemática de soluções ambientalmente responsáveis:



A Vodafone Portugal definiu metas ambiciosas para a redução das emissões de CO2 decorrentes da sua actividade e tem vindo a cumprir com rigor os objectivos através de várias medidas de racionalização.


Entre Abril de 2005 e Março de 2011, a rede de recolha de equipamentos em fim de vida da Vodafone Portugal permitiu encaminhar para reciclagem e reutilização cerca de 215 toneladas de telefones, baterias e acessórios.


Também no consumo de água a Vodafone Portugal tem conseguido estabelecer medidas que permitem uma redução do consumo nas várias instalações.


No âmbito da sua política de Sustentabilidade ambiental a Vodafone Portugal promove a separação selectiva de todos os resíduos produzidos na sua actividade, sendo ponderada a possibilidade de reutilização, reciclagem ou deposição em aterro.


O consumo de energia eléctrica tem um peso significativo na rede de telecomunicações, mas a Vodafone Portugal tem vindo a desenvolver várias iniciativas para conseguir maior eficiência.


A Vodafone Portugal tem vindo a proceder a uma substituição gradual de equipamentos de refrigeração que contenham HCFCs.