Skip to content

Produção e inovação no grau certo

Santini, um negócio à temperatura perfeita

A arte dos "gelados mais finos do mundo" é artesanal, mas o funcionamento e gestão da empresa não podiam ser mais tecnológicos.
Com a ajuda da Vodafone, os Gelados Santini honram a tradição de 1949 e partem para um futuro eficiente e em expansão.

O que distingue a Santini?

Fundada em 1949, em Cascais, a Santini tem dado a provar, desde então, “os gelados mais finos do mundo".

Uma empresa familiar que traz até aos dias de hoje a receita do avô, os métodos de produção originais e a ligação emocional aos portugueses. A “cultura Santini” está enraizada nas famílias e amigos que cresceram perto da primeira loja, o que reforça a necessidade da marca se manter fiel à qualidade que sempre a caracterizou.
A certa altura, a família Santini entendeu ser necessário dar um passo maior no crescimento, inovação e investimento em novas lojas.

Neste sentido, a família Botton foi considerada como o melhor parceiro de negócio para a expansão da marca.
Agora, são duas famílias a gerir a empresa e contam já com 10 lojas em Lisboa e no Porto, conseguindo garantir em todas o rigor e a qualidade de sempre associadas aos Gelados Santini.

A inovação é trazida também através da criação de gelados inspirados noutras receitas e sabores menos previsíveis como o da bola de Berlim, doces conventuais ou mesmo das pipocas. A arte de fazer gelados artesanais, mantendo a simplicidade e autenticidade da inspiração, surpreende os clientes pela combinação entre temperatura, sabor e textura.


Sentimos a necessidade de garantir uma monitorização fiável e permanente das arcas, e um sistema de alerta que nos avise sempre que há alguma variação irregular. A Vodafone veio tornar isso possível.

Eduardo Santini, Administrador

A Santini já é uma empresa à frente do seu tempo.
E a sua?

Que desafios enfrentava?

Esta é uma empresa familiar com ambições e que pretende continuar a crescer. Como tal, é essencial controlar a operação em todas as lojas, ao segundo e ao grau. Para a Santini, é crucial manter a temperatura estável em todas as câmaras frigoríficas das lojas, uma vez que pequenas flutuações causam alterações imediatas na qualidade do produto.

Por ser um produto sensível, e sem conservantes artificiais ou naturais, vive essencialmente da temperatura a que é conservado.

A monitorização das temperaturas é um fator crítico de sucesso do negócio. A implementação de sensores suportada nas comunicações da Vodafone tem permitido antecipar algumas discrepâncias nos intervalos de temperaturas, e assim garantir a qualidade do gelado Santini.

Quais as soluções implementadas?

O armazenamento no frio mudou na Santini com a chegada da Internet of Things. Em cada loja, há cinco balcões de exposição de gelado, pelo menos uma câmara de armazenamento central, e pequenas arcas com matéria prima.

A Santini instalou oito sensores em cada loja, que registam continuamente a temperatura e estão ligados à sede em Carcavelos. A informação é enviada para um sistema central através de cartões GSM Vodafone. O software designa os vários padrões de normalidade e quando a temperatura sai desses parâmetros, é desencadeado um alerta imediatio por SMS ou email.

Assim, o departamento de controlo de qualidade é notificado e pode tomar as ações necessárias para evitar qualquer crise.
Na fábrica, a Santini optou por um sistema com registadores de temperatura e termómetros verificados pelo Instituto Português da Qualidade, que soma entre 12 e 14 sensores consoante a altura do ano.

Soluções Vodafone

Transforma simples ativos em dispositivos inteligentes e muda a vida da sua empresa.

As únicas redes de Última Geração. Redes com qualidade comprovada

Os ingredientes frescos, a receita de sempre e as soluções da Vodafone são o nosso segredo.

Que benefícios se destacaram?

A partir da implementação da solução, a Santini passou a conseguir monitorizar a temperatura em tempo real em todos os equipamentos de congelação na fábrica e nas lojas. Passou assim a ser possível garantir a qualidade do produto de forma mais automática, reduzindo a quebra e, consequentemente, o desperdício.

Por outro lado, qualquer imprevisto ou avaria de equipamento desencadeia um alerta. Assim, é possível reagir de imediato e fazer uma manutenção preventiva (antes da avaria total dos equipamentos), bem como salvaguardar os produtos e ingredientes armazenados, e evitar qualquer rutura de stock. 

Agora, a Santini tem as lojas todas ligadas e um acesso rápido a todas as informações operacionais ao segundo, o que permite fazer uma gestão eficiente. Conta com uma solução de comunicações da Vodafone para ajudar na tomada rápida de decisões, redução de custos de manutenção de infraestruturas e apoio à abertura de novas lojas de forma mais simples e automatizada. Mais lojas, novas tecnologias e a qualidade de sempre do gelado Santini.