Skip to content

Mobilidade

Trabalho Remoto

Pontos fortes do trabalho remoto

Algumas dicas sobre as experiências de trabalho remoto na Vodafone.

Criar um produto ou serviço de forma digital pode ser um desafio. Vamos mostrar-lhe as melhoras práticas que retirámos do trabalho em mobilidade.

A pandemia foi causou transtornos em empresas de todas as dimensões, criando desafios e mudando drasticamente, de um dia para o outro, as formas tradicionais de trabalhar.

Ao sermos incapazes de discutir ideias durante um café com colegas ou de oferecer aos nossos clientes uma experiência personalizada presencialmente, todos nós tivemos que nos adaptar de uma forma criativa. Usámos ferramentas de colaboração, como web chats e videoconferência, para manter uma rotina semelhante à existente no escritório.

Para nós, aqui na Vodafone, o principal objetivo era saber como poderíamos apoiar os nossos clientes durante este período turbulento. E, em particular, como poderíamos ajudar os clientes de menor dimensão a regressar aos seus negócios com total segurança e de forma bem-sucedida.

Depois de alguma pesquisa, descobrimos que informações objetivas e especializadas sobre vários temas do digital eram necessárias. E foi assim que nasceu o V-Hub Business.

Seis descobertas sobre como trabalhar online:

Diversas dicas para facilitar o trabalho remoto

1.  Objetivos claros

Comece com o “porquê” e regresse a este pensamento cada vez que o projeto avança. Desta forma, poderá garantir que tem a equipa certa e que se mantém no caminho mais adequado, realizando apenas as tarefas necessárias para atingir os resultados pretendidos.

2.  Reuniões regulares, curtas e bem planeadas

Embora a maioria das pessoas consiga lidar com reuniões físicas de uma hora com intervalos para café, algumas horas numa videochamada podem dificultar a concentração. Por isso, faça reuniões curtas e regulares sobre questões específicas para que seja possível progredir por etapas. Muitos participantes podem fazer com que a discussão perca o foco, portanto, mantenha as reuniões com poucos participantes e tenha uma agenda para ajudar a manter o interesse.

3.  Usar ferramentas online

As ferramentas online podem tornar as tarefas de colaboração em mobilidade mais fáceis e tendem a manter as reuniões virtuais mais interativas e envolventes. Ferramentas como o quadro virtual branco permitem que os participantes possam adicionar as suas ideias usando os seus dispositivos para criar notas virtuais e plataformas como o Microsoft Teams são ótimas para videochamadas, web chats online e partilha de conteúdo sem entupir as caixas de entrada.

4.  Partilhar notas e permitir tempo de reflexão

Reuniões online consecutivas podem deixar pouco tempo para pensar e é quando os erros podem acontecer. Partilhe notas após as reuniões para ajudar a manter o foco e ser mais fácil de planear as próximas etapas. Além disso, certifique-se de que existe tempo suficiente entre as reuniões para que as pessoas consigam ouvir a discussão, refletir e dar feedback sobre os planos.

5.  Não ter medo de errar

A pessoa nem sempre acerta à primeira. Por isso, não tenha medo de tentar coisas novas e assumir riscos, assim pode fazer correções ou melhorias mais tarde, caso seja necessário.

6.  Atender o telemóvel

Tente ligar ou enviar mensagens de texto para os seus colegas, sempre que precisar de uma resposta rápida. Especialmente, se se tratar de algo que pode paralisar um projeto com prazos apertados.