Vodafone

Monitorização Remota da Epilepsia Pediatrica


Em Fevereiro de 2008 a Fundação Vodafone Portugal estabeleceu um protocolo de cooperação com o Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental (CHLO) para a implementação de um sistema de monitorização remota de epilepsia pediátrica no Hospital de São Francisco Xavier e no Hospital de Egas Moniz, que aumentou o número e a capacidade de sucesso das intervenções cirúrgicas em crianças com epilepsia.

Este novo sistema veio permitir aos médicos observar, à distância, os exames efectuados, o que lhes permite um acompanhamento mais rápido da situação dos doentes e uma tomada de decisão mais fundamentada e precoce, optimizando o tempo e as condições de diagnóstico, o que leva a uma maior segurança e conforto das crianças seguidas.

O sistema permite ainda que as crianças não estejam confinadas a uma cama de hospital para realizar os exames, podendo deslocar-se de um lado para o outro uma vez que são usadas comunicações sem fios para a transmissão dos exames.