Skip to content

Sobre a Fundação

Desde 2001 a desenvolver a sociedade de informação, a combater a infoexclusão e a difundir as comunicações móveis

Sobre a Fundação

A Nossa Missão

A Fundação Vodafone Portugal tem como missão promover, apoiar e realizar projetos que contribuam para o desenvolvimento da Sociedade da Informação, o combate à infoexclusão e a difusão das tecnologias de telecomunicações móveis, assim como implementar iniciativas de carácter social e filantrópico que contribuam para a integração de todos os cidadãos, à luz dos valores da Vodafone Portugal e da sociedade em que se insere.

Objetivos Estratégicos

Desde a sua fundação, em 2001, a Fundação Vodafone Portugal procura atingir seis objetivos principais;

  1. A promoção da investigação científica e tecnológica;
  2. A promoção da formação e da qualificação profissional no sector das telecomunicações e tecnologias da informação;
  3. O apoio a projetos especiais de integração social;
  4. O apoio a projetos de manifesta utilidade geral;
  5. O mecenato nas áreas de promoção de conteúdos e no desenvolvimento de iniciativas que promovam a língua e cultura portuguesas, designadamente na Internet;
  6. O apoio à criação e desenvolvimento de empresas portuguesas no sector da informática ou das telecomunicações.

Governance

O Presidente é, por inerência, o Presidente do Conselho de Administração da Vodafone Portugal, sendo este cargo exercido pelo Dr. Mário Vaz. Ao Presidente compete em particular a representação da Fundação Vodafone Portugal.

Mário Vaz

O Conselho Diretivo é constituído por 7 membros. Deste Conselho faz parte o Presidente da Fundação Vodafone Portugal, que nomeia os restantes membros. A este Conselho compete a definição das políticas de funcionamento e de investimento da Fundação Vodafone Portugal.

A composição do Conselho Diretivo é a seguinte:

 

António Coimbra

Alexandre Maurício

João Nascimento

Luísa Pestana

Ana Barrêto

Francisco Pereira do Valle

A Comissão Executiva é constituída por 3 membros, nomeados pelo Conselho Diretivo, competindo-lhe em particular a gestão corrente da Fundação Vodafone Portugal. A Comissão é presidida por Luisa Pestana e tem como Vogais a Ana Barrêto e Francisco Pereira do Valle.

 

O Conselho Fiscal é constituído por 3 membros, sendo presidido por um Revisor Oficial de Contas. Um, dos outros dois membros, é nomeado pelo Presidente da Fundação Vodafone Portugal e o segundo pelo Conselho Diretivo. A este Conselho estão atribuídas as funções de verificação das contas e do alinhamento da atividade da Fundação Vodafone Portugal com os seus Estatutos, sendo constituído por: Price Waterhouse Coopers & Associados - SROC, LDA, Rui Lopo e Alexandre de Sousa Machado.

 

O Conselho Consultivo é, por natureza, o órgão de consulta da Fundação Vodafone Portugal. Este órgão é constituído pelos membros do Conselho Diretivo e pelos membros da Comissão Executiva, podendo o Conselho convidar para participar nas suas reuniões, mas sem estatuto de membros, um número indeterminado de pessoas, as quais deverão ser de reconhecido mérito científico, cultural ou cívico, bem como pessoas que através da sua experiência profissional possam acrescentar valor às matérias ou programas submetidos a consulta.